Ajude o Banco de Remédios

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ministério atrasa envio de remédio a pacientes com câncer e transplantados

Farmácia no interior de SP; Estado tem falta de remédios oncológicos e imunossupressores


Atrasos do Ministério da Saúde estão deixando sem medicamentos pacientes transplantados e com câncer, afirma o governo de São Paulo.

Entre os produtos afetados estão o tacrolimo 1 mg e o everolimo 1 mg, usados por cerca de 17 mil pessoas que fizeram transplantes e precisam tomá-los para evitar a rejeição do novo órgão.

Segundo a Secretaria de Saúde, sem o remédio, em casos mais graves pode haver a necessidade de novo procedimento e existe até risco de morte.